www.bolanaredecn.com

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Prefeitura  reduz  em  50%  patrocínio  para  Potiguar  e  Baraúnas



(Foto: Carlos Costa)
As diretorias de Baraúnas e do Potiguar tentaram junto à Prefeitura o patrocínio com o mesmo valor dispensado no ano passado (R$ 200 mil cada um), mas o pleito em parte foi em vão. Nesta sexta-feira, 26, num encontro rápido entre o prefeito Silveira Junior (PSD) e os presidentes Benjamim Machado (Potiguar) e Josirene Ribeiro (Baraúnas), ficou definido que o valor será 50% menor em relação ao último, no caso R$ 100 mil para cada agremiação. Diante de um futebol de poucas receitas, os dirigentes agradeceram por elegância, mas deixaram o Palácio da Resistência frustrados com o valor anunciado pelo prefeito, que amarga impopularidade alta e é investigado por suspostas irregularidades pelo Ministério Público. Com o valor aquém do esperado, o Potiguar vai agora redefinir o planejamento inicial para se readequar à realidade. O clube elaborou planilha de receita com base em patrocínio da Prefeitura com valores liberados do ano passado, cujas últimas parcelas foram pagas com muito atraso. Com R$ 100 mil de patrocínio, na concepção dos alvirrubros, torna-se inviável efetuar contratações para reforçar o time no segundo turno do Campeonato Estadual. No entanto, a diretoria não descarta a vinda de novos atletas, o que irá tentar viabilizar com possíveis doações de abnegados. A verba será destinada para ajudar na folha de pagamento de atletas e funcionários. O mesmo procedimento será feito pelo Baraúnas. Com relação a reforços e sua viabilidade financeira, a diretoria do tricolor está menos preocupada, isso porque o clube está conseguindo reforçar o time através de parceria com o empresário Luciano Martins. Três jogadores chegarão ao clube a custo zero. São eles o lateral-esquerdo Marcio, o apoiador Luiz Henrique e o meia-atacante Elvis. Segundo o empresário, o clube de origem dos atletas será responsável por seu salário. Outros dois atletas, provavelmente oriundos do Náutico/PE, poderão desembarcar na Toca do Leão por essas mesmas condições.
Jornal de Fato

Nenhum comentário: