www.bolanaredecn.com

domingo, 31 de julho de 2016

Passa de 50 números de ataques criminosos em dois dias no Rio Grande do Norte




Pelo menos 54 ataques criminosos foram registrados em 20 cidades do Rio Grande do Norte nos últimos dois dias. A informação foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública do Estado (Sesed). O primeiro ataque aconteceu por volta das 14h de sexta-feira (29) quando um micro-ônibus foi incendiado em Macaíba, na Grande Natal. Até às 16h deste domingo (31), 51 pessoas foram presas suspeitas de envolvimento nos ataques.
A instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária Estadual de Parnamirim, na Grande Natal, é apontada pelo governo como motivo dos atentados.
De sexta-feira até a manhã deste domingo foram registrados ataques nas cidades de Natal, Parnamirim, Macaíba, Monte Alegre, São José de Mipibu, Caicó, Currais Novos, Caiçara do Norte, Santa Cruz, Mossoró, Jardim de Piranhas, São Gonçalo do Amarante, Florânia, São Paulo do Potengi, Touros, Tangará, Assu, Maxaranguape, Goianinha e São José do Campestre.
Além dos ataques já confirmados, uma pessoa ficou ferida na tarde deste domingo após uma explosão em um carro estacionado dentro do supermercado Nordestão da Av. Tomaz Landim, na Zona Norte de Natal. Até às 15h45, a PM ainda não havia confirmado se o fato tinha alguma relação com os ataques criminosos.
Na noite de sábado, bandidos fizeram uma barricada com pneus na entrada do acesso ao Aeroporto Aluízio Alves, na BR-406, em São Gonçalo do Amarante, por volta das 19h. Alguns carros que passavam pelo local foram apedrejados. A Polícia Militar e a Polícia Rodoviária Federal foram acionadas e desbloquearam a via.
Foi preso na tarde deste domingo (31) João Maria dos Santos de Oliveira, de 32 anos. Apontado pelas forças de segurança do Rio Grande do Norte como um dos chefes de uma facção criminosa que vem agindo no estado, ‘João Mago’, como é mais conhecido, era considerado foragido desde dezembro do ano passado, quando saiu da Penitenciária Estadual de Parnamirim, na Grande Natal, com o auxílio de um alvará de soltura falso. Segundo o governador Robinson Faria, que anunciou a prisão em uma rede social ‘João Mago’ faz parte do comando dos ataques criminosos que vêm acontecendo no estado desde a tarde da sexta-feira (29).
Antes da prisão de João Mago, a Secretaria de Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) havia confirmado a prisão de 51 pessoas suspeitas de envolvimento nos ataques. A prisão de João Mago foi feita em um condomínio residencial no bairro de Nova Parnamirim, Parnamirim, cidade da Grande Natal. Na casa, a polícia apreendeu R$ 300 mil em espécie, tabletes de crack e aparelhos celulares.
Ao ser anunciada, Robinson Faria comemorou a prisão: “A polícia prendeu agora o traficante João Mago, um dos líderes de uma facção que fazia parte do comando dos ataques criminosos. Ele estava com vários aparelhos celular e R$ 300 mil. Era foragido do Presídio Estadual de Parnamirim. Quero parabenizar a polícia pelo grande trabalho que está realizando. Estamos vencendo o crime!", escreveu o governador em uma rede social.
A Sesed ainda reforçou: "João Mago é suspeito de ser um dos articuladores dos ataques registrados desde sexta-feira (29) em vários pontos de Natal e Região Metropolitana. Após a prisão, o suspeito foi levado para a 4ª Delegacia de Polícia, em Mãe Luíza.
Fonte: G1 RN

Nenhum comentário: