www.bolanaredecn.com

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Amigo de jogador da Portuguesa que morreu nega uso de bebida em festa

Corpo de Lucas Jesus dos Santos, de 16 anos, foi achado na piscina.
'Bebida alcoólica para menor é inadmissível aqui', disse o jovem.


Um amigo do jogador de futebol Lucas Jesus dos Santos, de 16 anos, negou que tenha havido consumo de bebida alcoólica na festa realizada horas antes de o adolescente morrer. Na noite da quarta-feira (19), os jogadores da equipe sub-17 da Portuguesa fizeram um churrasco no Canindé, na última a Zona Norte de São Paulo, para comemorar a vitória sobre o time Água Santa.
Abalado, Kleber Eusébio disse ter ficado chateado com comentários de que teria bebidas na comemoração. "As latinhas de cerveja eram de uma festa que tinha acontecido no dia anterior”, disse. “Aqui era uma festa com menores de idade. Bebida alcoólica para menor é inadmissível aqui dentro [do clube]. Não existe isso."
No fim da festa, os jogadores se jogaram na piscina. Lucas passou mal e foi retirado da água por alguns colegas. Não se sabe como ele voltou para a piscina depois, se mergulhou ou se foi jogado.
Jogador da Portuguesa Lucas Jesus dos Santos, de 16 anos, foi encontrado morto em piscina (Foto: Reprodução Redes Sociais)Jogador da Portuguesa foi encontrado morto em
piscina (Foto: Reprodução Redes Sociais)
"O Lucas era muito recatado, na dele, muito tímido. Estava começando a se abrir com o pessoal agora", contou Kleber. "É uma dor muito grande", disse. Ele acrescentou que o jovem sabia nadar.
A vítima jogava como zagueiro. Ele foi localizado no fundo da piscina por funcionários do clube. O corpo não tinha sinais de violência, e ele deve ter sido vítima de afogamento, de acordo com a polícia.
Perícia
A Polícia Técnico-Científica chegou ao clube da Portuguesa por volta das 13h desta quinta (20) para a realização da perícia. O caso ainda não foi registrado pela polícia, mas deve ser investigado pelo Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).
Ele morava com o avô, que passou mal ao chegar no clube e precisou ser levado para um hospital após ver o corpo do neto no complexo do Canindé, na Zona Norte de São Paulo.
Como o jogador não voltava para casa, o avô ficou preocupado e passou a procurar o jovem, inclusive enviando mensagens em redes sociais para os colegas.
A Portuguesa lamentou a morte em nota. "O clube está empenhado neste momento em colaborar com as autoridades policiais para a investigação e elucidação dos fatos e também prestará todo o apoio necessário aos seus  familiares."
Jogador tem o corpo retirado do fundo de piscina da Portuguesa em São Paulo (Foto: Reprodução/GloboNews)J
Jogador tem o corpo retirado do fundo de piscina da Portuguesa em São Paulo (Foto: Reprodução/GloboNews)
G1
 

Nenhum comentário: