www.bolanaredecn.com

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Morre a ex-governadora Wilma de Faria


Morreu às 23h40 a ex-deputada federal, ex-prefeita de Natal, ex-governadora do Rio Grande do Norte, ex-vice-prefeita da capital e atual vereadora, Wilma de Faria.
Aos 72 anos, Wilma perde a batalha para o câncer que mudou o rumo de sua história há dois anos.

Deixa 4 filhos: a deputada estadual Márcia Maia, Ana Cristina, Cíntia e Lauro.
E 13 netos.

Wilma estava bem em casa até o final de semana passado.
Na sexta-feira, dentro das limitações do seu quadro de saúde, conversou com os netos sobre o Brasil, a economia, a política, sempre muito lúcida.
Mas no sábado à noite voltou para o hospital.
Morreu nesta madrugada em um apartamento do São Lucas transformado em UTI.

O corpo da ex-governadora Wilma de Faria está sendo  velado no Palácio da Cultura, na Praça 7 de Setembro.
As cerimônias de despedida estão sob os cuidados das equipes de Cerimonial do Governo do Estado e da Câmara Municipal.
O sepultamento será no Cemitério Morada da Paz, em Emaús.
Os horários de todas as cerimônias ainda serão anunciados.

OBS: O velório da ex-governadora Wilma de Faria foi transferido de local. 
Será a partir das 9h na Catedral Metropolitana de Natal.
 
 Depois o cortejo segue para o Cemitério Morada da Paz, em Emaús, onde a ex governadora do Rio Grande do Norte será sepultada.
 
O  LEGADO DE WILMA DE FARIA

A ex-governadora do Rio Grande do Norte, Wilma Maria de Faria era Mestre em Educação e especialista em Sociologia.
Ela nasceu em Mossoró e cresceu em Caicó.
É professora aposentada pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), onde se licenciou em Letras.
Como governadora por dois mandatos, deixou como legado para o Estado a expansão da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), a Refinaria Clara Camarão, em Guamaré; a Ponte de Todos Newton Navarro, em Natal; a Ponte da Ilha de Santana, em Macau; a Ponte de Jucurutu; o Complexo Turístico Ilha de Santana, em Caicó; a Revitalização da Av. Rio Branco, a construção do Expocenter e a implantação do Curso de Medicina, em Mossoró.
Destaque ainda para o Programa de Segurança Alimentar, com os Restaurantes Populares, assim como a duplicação do número de Centrais do Cidadão.
Também realizou um grande programa rural de apoio ao homem do campo: o Desenvolvimento Solidário.
Wilma sempre se orgulhou de ter conseguido melhorar os índices socioeconômicos do estado, sobretudo em energia eólica, que alçou o RN de zero em energia limpa,  ao 1º lugar nos leilões do país.
No turismo, principal atividade econômica, colocou o RN como destaque do Nordeste.
Por: Thaisa Galvão

Nenhum comentário: